Tipologia
tirinha919.gif
Latim / Tipos de Falácias Significado Exemplo
Argumentum ad Antiquitatem / Argumento Tradicional Afirmar que algo é verdadeiro ou bom porque é antigo ou "sempre foi assim" "Se o meu avô diz que Garrincha foi melhor que Pelé, deve ser verdade."
Argumentum ad hominem / Ataque ao argumentador Em vez de o argumentador provar a falsidade do enunciado, ele ataca a pessoa que fez o enunciado. "Se foi um burguês quem disse isso, certamente é engodo".
Argumentum ad ignorantiam / Argumento da Ignorância Ocorre quando algo é considerado verdadeiro simplesmente porque não foi provado que é falso (ou provar que algo é falso por não haver provas de que seja verdade).Note que é diferente do princípio científico de se considerar falso até que seja provado que é verdadeiro. "Existe vida em outro planeta, pois nunca provaram o contrário"
Non sequitur / Não segue Tipo de falácia na qual a conclusão não se sustenta nas premissas. Há uma violação da coerência textual. "Que nome complicado tem este futebolista. Deve jogar muita bola!"
Argumentum ad Baculum / Apelo à Força Utilização de algum tipo de privilégio, força, poder ou ameaça para impor a conclusão. "Acredite em Deus, senão queimará eternamente no Inferno."
Argumentum ad populum / Apelo ao Povo É a tentativa de ganhar a causa por apelar a uma grande quantidade de pessoas. "A maioria das pessoas acredita em alienígenas, portanto eles existem."
Argumentum ad Verecundiam / Apelo à autoridade Argumentação baseada no apelo a alguma autoridade reconhecida para comprovar a premissa. "Se Aristóteles disse isto, então é verdade."
Dicto Simpliciter / Regra geral Ocorre quando uma regra geral é aplicada a um caso particular onde a regra não deveria ser aplicada. "Se você matou alguém, deve ir para a cadeia."
Generalização Apressada / Falsa indução É o oposto da Regra Geral Ocorre quando uma regra específica é atribuída ao caso genérico. "Minha namorada me traiu. Logo, as mulheres tendem à traição."
Composição (Tomar o todo pela parte) É o fato de concluir que uma propriedade das partes deve ser aplicada ao todo. "Todas as peças deste caminhão são leves; logo, o caminhão é leve."
Divisão (Tomar a parte pelo todo) Oposto da falácia de composição. Assume que uma propriedade do todo é aplicada a cada parte. "Você deve ser rico, pois estuda em um colégio de ricos."
Straw man / Espantalho Consiste em criar idéias reprováveis ou fracas, atribuindo-as à posição oposta. "Meu adversário, por ser de um partido de esquerda, é a favor do comunismo radical, e quer retirar todas as suas posses, além de ocupar as suas casas com pessoas que você não conhece."
Circulus in probando / Clamando pela questão Ocorre quando se usa a conclusão que se está tentando estabelecer como componente de uma das premissas ou como um dos suportes de premissas. Reescreve a conclusão e se usa como premissa. "Eu não sou um marginal, porque não fiz nada de criminoso."
Tu quoque / Você também Se estabelece quando se usa os erros cometidos por outros para desconsiderar o argumento apresentado "Não aceito acusações de erros de português, pois você também erra muito"
Ad misericordiam / Apelo à pena Justifica-se aceitação do argumento pelo uso de termos que procuram conquistar a simpatia ou a ligação emocional das pessoas com o objeto da conclusão,mesmo desconsiderando-se evidências em contrário. "Como você pode ser cruel e não destinar recursos internacionais à Etiópia? Pense em todos os homens,mulheres e crianças que estão morrendo de fome por lá!"
Ignoratio Elenchi / Falácia da diversão É a introdução de material irrelevante ao ponto em discussão,em geral com o objetivo de desviar o argumento para outra conclusão,muitas vezes mais fácil de ser combatido. "Não acho que homens e mulheres devam ganhar o mesmo salário por funções iguais.Sou contra a igualdade entre os sexos.Em um shopping center,imagine o que aconteceria se os banheiros fossem unissex: tanto homens quanto mulheres se sentiriam desconfortáveis. Você não acha que tenho razão?"
Ad logicam / Falácia da falácia Consiste em argumentar que uma proposição é falsa porque foi apresentada como a conclusão de um argumento falacioso. Lembre-se que um argumento falacioso pode chegar a conclusões verdadeiras. “Pegue a fração 16/64. Agora, cancelando-se o seis de cima e o seis debaixo, chegamos a 1/4.” / “Espere um segundo! Você não pode cancelar o seis!” / “Ah, então você quer dizer que 16/64 não é 1/4?”
Plurium interrogationum / Falácia da interrogação A principal idéia é colocar uma questão que,não importa que resposta tenha comprometem o opositor.Quem for tentar responder a qualquer uma dessas perguntas,estará em apuros. "Onde foi que você escondeu o dinheiro que roubou?"
False metaphor / Analogia imprópria São muito úteis durante esplanações difíceis de serem entedidas. "Funcionários são como pregos: freqüentemente precisamos martelá-los para ficarem mais firmes."
False dichotomy / Falso dilema Este caso ocorre quando o argumentador propõe um número limitado de alternativas dentre todas as possíveis,em muitos casos já sugerindo,tendenciosamente,uma delas como verdadeira. "Se você não está a meu favor,então é porque você é contra mim."
Post hoc ergo propter hoc / Antes disso,então por causa disso Consiste em dizer que, pelo simples fato de um evento ter ocorrido logo após o outro, eles têm uma relação de causa e efeito. "O Japão rendeu-se logo após a utilização das bombas atômicas por parte dos EUA. Portanto, a paz foi alcançada devido à utilização das armas nucleares."
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License